quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Descanso do guerreiro



Santa Maria da Feira

Hoje tive um grande acidente de viação. Triturei literalmente uma moto de alta cilindrada debaixo do meu carro. Apesar dos avultados danos materiais, felizmente que ninguém se aleijou. Aliás, não conseguiria viver com esse peso na minha consciência.
Tenho que abrandar o meu ritmo de vida, esta velocidade furiosa, parar de esgrimir com este invencível e eterno adversário. Sempre fui um valoroso guerreiro mas agora tenho que parar para descansar, para pensar  naquilo que tem de mudar antes que perca definitivamente o combate.

10 comentários:

  1. Excelente reflexão! Quisera todos nós sabermos essa hora, e o que mudar.

    ResponderEliminar
  2. Un gran retrato para unha grande reflexión. Todos nos deberíamos sentar para pensar e reflexionar no que.. en momentos facemos mal. Un saúdo e moito forza.

    ResponderEliminar
  3. Acontece aos melhores, ninguem está livre destas artimanhas que a vida nos prega, pode ser só um aviso, não vale entrar em desespero, mudar tem que ser por conciencia pesada nunca por obrigação.
    as brigas de estrada entre enlatados e llivres voadores normalmente dão resultados trágicos, se este não foi assim tão mau é porque assim tinha que ser.
    A culpa é de todos e não é de ninguém, eu próprio estou diversas vezes dos dois lados, trabalho e prazer, já tive problemas dos dois lados da barricada, não seria justo abedicar de nenhum deles.
    (CALMA QUE A COISA PASSA)

    ResponderEliminar
  4. A pressa só nos faz diminuir a nossa qualidade de vida... em tudo!

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Um agradecimento aos vossos Anjos-da-guarda e que a tua reflexão te leve no rumo de uma vida mais calma e mais bem passada com aqueles(as) que te são mais caros(as).

    Só mais uma coisa: ainda bem que és dos que percebe que tem que reflectir depois duma coisa dessas e não daqueles que ficaria apenas a pensar na despesa e nem sequer daria graças da sua sorte em escapar ileso. Porque não há coincidências e os sinais não são para ignorar, especialmente quando nos saltam assim à vista!

    Tudo de bom e tem calma...

    ResponderEliminar
  7. Dylan

    Falar em descanso numa altura destas é quase uma heresia.

    Dei uma gargalhada, para que conste.

    Nota: Bela foto.

    ResponderEliminar
  8. Obrigado a todos pelas palavras. Já passou, podia ser muito pior.

    ResponderEliminar
  9. Só quem já passou por acidentes graves pode imaginar o que se passa na mente de uma pessoa, numa fracção de segundo. Felizmente, foram só danos materiais...

    ResponderEliminar